Anfitriões

Alexandre Sérgio Martins

Alexandre trabalha no turismo há 17 anos. Nascido em Belo Horizonte, nosso anfitrião fala com orgulho de sua cidade natal, e ao citar o poema ?Ser Mineiro?, de Carlos Drummond de Andrade, deixa ainda mais claro seu amor por Minas Gerais e pelo povo desta cidade. Ama guiar, ama a natureza, respeita os animais e é apaixonado pelo turismo. Todas estas características fazem deste turismólogo um anfitrião Freeway, e vai guiar nosso grupo para uma viagem inesquecível, com muito aprendizado, carinho, respeito e confiança. ?Ser guia é minha profissão, mas guiar é meu prazer.?

Alfredo Bariani

Alfredo é formado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade Silva e Souza, no Rio de Janeiro, e com mestrado em Arqueologia pela Universidade de Estrasbugo, na França. Desde muito cedo se interessou pelos diversos aspectos das culturas asiáticas, tendo viajado por diversos países da Ásia. Com um grande interesse nas diferentes religiões, arte, e aspectos etnográficos destes países, Alfredo passou a acompanhar desde 1995 grupos de turistas brasileiros a diferentes destinos, sempre acrescentando aos roteiros aspectos pouco conhecidos e inusitados. Em 2003, passou a atuar também no Continente Africano, tendo visitado países como Etiópia, Sudão, Djubuti, além dos mais visitados como a África do Sul, Egito, Marrocos e Tunísia. A partir de 2006 visitou também diversos países do meio oriente como Yemen, Oman e Ira dentre outros. Atualmente se dedica a sua loja de antiguidades étnicas, aberta em 2006, e a organizar roteiros para pessoas diferenciadas aos diversos países em que já visitou.

Ana Paula Meirelles

Ana, a Fufa, é guia de turismo e coordenadora de eventos. Tem se dedicado nos últimos 20 anos a levar grupos pelo Brasil e exterior. Designer por formação, optou por trabalhar com turismo pela oportunidade de conhecer pessoas e lugares. Gosta de compartilhar momentos especiais com pessoas, dividindo com elas as descobertas que as culturas locais oferecem.
Curiosa desde criança, viajou o mundo trabalhando a bordo de navios de cruzeiro.
A natureza tem tudo a ver com ela. Cachoeiras, montanhas, pores do sol, noites estreladas, bons papos, tudo isso faz ela brilhar.

Antonio Carlos Silva Pires

Antonio nasceu em setembro de 1975, em uma comunidade chamada Braço, que fica a 30 km da cidade de Barreirinhas, no Maranhão. Morou nesta comunidade até completar treze anos, quando foi morar em Barreirinhas, para poder estudar. Antonio trabalhava de ajudante de pedreiro durante o dia e estudava à noite. No ano de 2000 foi convidado por um amigo para fazer um teste na agência de turismo Freeway, onde foi amplamente capacitado e começou a trabalhar como guia. Seu conhecimento da região e seu empenho no trabalho, encantava os clientes Freeway. de Antonio. Hoje, Antonio cuida de toda a operação da Freeway Maranhão, agência receptiva local, que tem sede em Barreirinhas. ?O que me encanta nos Lençóis Maranhenses é a diversidade das belezas naturais, e a formação de belas lagoas num cenário desértico. Para mim, tudo isso é uma paisagem única no mundo.? Para quem quiser conhecer os Lençóis, Antonio dá uma dica importante: ?Para quem quer conhecer o destino recomendo que venha com disposição para desfrutar de lugares simples e agradáveis?.

Claudio Crow

Escritor, músico e instrutor, Claudio Crow dedica-se há anos à pesquisa e divulgação da rica cultura da Irlanda, com especial ênfase na herança filosófica celta e na música tradicional irlandesa. Suas pesquisas já o levaram a visitar a Irlanda algumas vezes (a primeira delas em 1996) e compartilha com paixão seu conhecimento das antigas lendas e tradições irlandesas através de seus livros, cursos, palestras, apresentações musicais e viagens.

Comprido

Nosso anfitrião nasceu em Itacaré, famoso município da Bahia. Desde menino nada nos mares de Itacaré, conhecendo todos os cantinhos desse paraíso baiano. É guia e anfitrião  da Freeway desde 1999, compartilhando com os turistas seus conhecimentos no destino e o seu amor por sua cidade natal. Ser guia é uma profissão para poucos. O amor e a dedicação são características notáveis em Comprido, que não deixa de esconder a sua felicidade e o orgulho de seu trabalho. ?O intercâmbio de conhecimentos entre nós, guias, e as pessoas que visitam Itacaré é o que mais amo em minha profissão.? Em suas horas vagas Comprido joga capoeira, e como qualquer baiano que se preze, adora tirar um cochilo. Se você quer conhecer Itacaré, siga as dicas do especialista: ?Venham e façam todos os passeios de Itacaré, porque cada um tem sua beleza específica. Para conhecer a gastronomia local, sugiro uma moqueca de peixe com farofa de banana, pirão e arroz.? Visite Itacaré e conheça nosso anfitrião, o Comprido.

Edgar Werblowsky

Edgar é fundador da Freeway. Engenheiro civil, promoveu uma guinada em sua vida ao buscar um trabalho que envolvesse gente em ambiente de satisfação, natureza, viagens, criatividade e inovação. Ambientalista, é apaixonado por construir pontes entre as pessoas e entre pessoas e a natureza. Celebra a vida a cada instante. Liderou viagens pelos cantos e recantos mais especiais de nosso lindo país e em outros países. 

Edison Mora

Edison é o anfitrião da Freeway no deserto mais encantador da América do Sul, o Deserto de Atacama, no Chile. Nascido em Santiago, Edison começou sua jornada no turismo em 2001, onde pôde enriquecer sua vida profissional explorando cada canto do seu país. A parceira com a Freeway nasceu em 2004. Após quase 10 anos de amizade, Edison se tornou o anfitrião número 1 do Chile. Recebe os passageiros da Freeway, dando dicas para enriquecer a viagem de cada viajante.
Para Edison, Atacama se destaca não somente pelas paisagens. ?A sensação de ser livre, de não se sentir preso entre prédios e asfalto são algumas das coisas que me fazem adorar Atacama?.
Nosso anfitrião, mesmo em seus dias de folga, não deixa de lado sua personalidade aventureira. Seus hobbys incluem cavalgadas, mergulho, bungee jumping, escalada em rocha, parapente, motocross, ciclismo de montanha e bodyboard.
Para conhecer as lindas paisagens de Atacama e se aventurar no deserto mais alto do planeta, siga a dica do nosso anfitrião.
?Como só trabalho com brasileiros aprendi, ao longo destes anos, a conhecer a realidade do cliente que escolhe Atacama. Posso dizer que são pessoas muito especiais. Por isso, junte coragem e venha para Atacama. Estarei esperando por você?.

Eunice Amaral

Formada em Educação Física, foi apresentada ao ecoturismo em 1991 pela Freeway e se apaixonou! Desde então, já conheceu vários destinos ecológicos no Brasil e no mundo. Um de seus destinos preferidos é a Serra da Bocaina, Pousada do Conde. Ela diz que tem certeza que a paz e o sossego moram lá!!


Felipe Pimentel

A paixão por viajar fez com que Felipe passasse uma grande parte desses últimos 15 anos explorando o Brasil e outras partes do mundo. Como Guia de Turismo e Educador ao Ar Livre conheceu o continente americano desde a Patagônia, passando pela Amazônia brasileira, chegando até o Alasca. Sua passagem pela Europa fundamentou ainda mais seus conceitos de serviços bem prestados e excelência no atendimento ao viajante. Mas foi na África que Felipe encontrou seu destino preferido. Os desertos e os contrastes da Namíbia o encantaram e seu desejo de compartilhar tudo o que vivenciou em suas viagens o tornou o anfitrião da Freeway neste pais. Apesar de ter nascido em São Paulo, desenvolveu um amor e conexão com a natureza que o motivam a trabalhar na preservação de distintos ecossistemas e na valorização de comunidades tradicionais ao redor do mundo.

João Gaúcho

João é o nosso anfitrião em Jericoacoara, destino que vem ganhando os corações dos turistas apaixonados por natureza. Com 44 anos, Gaúcho conheceu desde cedo a sua vocação, ser guia e apresentar aos visitantes uma Jeri maravilhosa. No ramo desde 1991, João tem muito a ensinar.
Nascido em Triunfo, no Rio Grande do Sul, João se encantou por Jeri, uma vila de pescadores, que na época era bem primitiva. Decidiu abandonar sua vida no sul e partiu ruma ao nordeste, na vila de pescadores mais encantadora do Brasil. Suas atividades prediletas em Jeri são caminhar na maré seca, andar de bicicleta e nadar nas lagoas.
“Amo demais fazer os passeios pelas dunas e ver o pôr-do-sol. Para completar o dia, nada como comer um peixinho assado na brasa e deliciar a magnífica torta de banana”, diz João.
Conheça Jeri, o destino que fez João Gaúcho trocar o sul pelo nordeste.

Kikiu

Dioclides Lopes Araújo, mais conhecido como Kikiu trabalha no turismo há 28 anos, tendo iniciado como guia da Chapada Diamantina. Há 15 anos Kikiu montou sua própria agência, a Explorer Brasil, na qual oferece a seus visitantes os melhores passeios, com segurança e muito entretenimento.
Kikiu possui uma vasta experiência no turismo. Entende e conhece a Chapada Diamantina como ninguém. “Sou nascido e criado aqui, na Chapada Diamantina. Desde menino ando por esses caminhos maravilhosos. Amo meu trabalho, pois não tem coisa melhor no mundo do que mostrar para os nossos visitantes as nossas raízes, cultura, histórias, tradições e as maravilhas encantadoras dessa terra da gente”.
Em suas horas vagas, Kikiu gosta de jogar futebol e capoeira, como qualquer baiano que se preze. Além disso, Kikiu gosta de apreciar o fantástico pôr-do-sol no Morro do Pai Inácio e tomar banho nas cachoeiras da chapada. “Lugar especial é o Morro do Pai Inácio. Aliás, tudo aqui, na nossa chapada, é imperdível, mas o que não pode deixar de ver é o Poço Encantado, Poço Azul, a Cachoeira do Buracão, Cachoeira da Fumaça e, é claro, o famoso Morro do Pai Inácio”, conclui Kikiu.

Lisete Florenzano

Lisete é formada em Engenharia Mecânica pela USP, com mestrado no Departamento de Materiais, na mesma Universidade. Foi professora da PUC, em Curitiba. Trabalhou no projeto de desenvolvimento de VLTs (veículo leve sobre trilhos) na empresa Bom Sinal, em planejamento e gestão de projetos. Seu interesse por culturas e filosofias acabou levando-a ao yoga, sua filosofia de vida. Praticante e instrutora, ministrou práticas em Curitiba e em Botucatu-SP. Foi proprietária do Setor 1 - Escalada Indoor.

Sempre esteve ligada a esportes outdoor e viagens. Em 94 viajando pelo Peru e Bolívia, percebeu a importância do contato com culturas diferentes e ambientes de montanha. Em 97 começou a escalar em rocha, tendo visitado os principais locais do Brasil: morro do Cuscuzeiro, Pedra do Baú, Itatiaia, Serra do Cipó, Andradas, entre outros. Nessa época foi, por dois anos, instrutora de escalada em rocha e guia de ecoturismo em Analândia. Em 98 foi sozinha ao Nepal, a viagem mais marcante de sua vida. Passou três meses nesse país, fazendo trekkings, conhecendo as cidades históricas e a cultura local, além de cursos de meditação e estudos budistas no mosteiro de Kopan. Fez também importantes viagens pela Austrália e Nova Zelândia, onde passou 10 meses viajando de bicicleta e escalando em rocha, pela Argentina, Tailândia, Bali, China, Grécia, França, Espanha, USA, sempre com o intuito de integrar atividades outdoor, desenvolvimento pessoal e descoberta de novas culturas. 

Em 2010 entra para a equipe da Morgado Expedições como guia de trekking e escalada em montanha. Desde então já fez 5 trekkings ao Campo Base do Everest, além do Annapurna e Manaslu também no Nepal, trekking no Marrocos e Mongólia. Escalou o Monte Tubkal (4.160m), Kilimanjaro (três expedições) e o Monte Khuiten (4.374m), tornando-se a primeira brasileira a escalar esta montanha. Participou da expedição ao Aconcagua (duas vezes) e ao Cordon del Plata, escalando vários cerros da região, ao Mont Blanc (França), Mt. Elbrus (Rússia). Participou dos cursos de Mountaineering and Leadership, Rock and Ice climb, nos USA (International Wilderness Leadership School) e curso de Escalada em Gelo e Neve na Argentina, com Milton Marques. Tem certificação internacional em Wilderness Advanced First Aid, pela NOLS.

Em 2013 entrou para o seleto grupo de escaladores brasileiros a culminar uma montanha com mais de 8.000m, tornando-se assim a quarta brasileira a escalar um dos gigantes do Himalaya, o Cho Oyu, com 8.201m.

 

Manoel Morgado

Desde muito jovem aventurou-se primeiro pelo Brasil e depois pelos países da América do Sul. Em 1980 formou-se em medicina e fez especialização em pediatria, mas antes de começar a trabalhar seguiu para uma longa viagem de dois anos de duração pela Europa e Ásia e este ano na Ásia acabou sendo determinante em sua história de vida.
Voltando ao Brasil trabalhou como pediatra por cinco anos, mas acabou percebendo que necessitava unir trabalho com viagens e voltou para a Ásia onde viajou por outros três anos. Em 1992 abriu sua primeira empresa de turismo levando brasileiros para viajar pelos lugares que amava. Desde então guiou centenas de pessoas por inúmeros países. Em sua convivência com as culturas asiáticas acabou entrando em contato com yoga, meditação e budismo que influenciaram profundamente sua maneira de ver o mundo. Também teve a oportunidade de praticar vários esportes de aventura como kayaking, rafting, ciclo turismo, escalada em rocha e em gelo. Mas estar rodeado por montanhas nevadas é o que faz com que se sinta mais realizado. Manoel já escalou dezenas das principais montanhas do mundo incluindo as mais altas da América do Sul (Aconcagua), da América do Norte (McKinley), da Europa (Elbrus), da África (Kilimanjaro), da Oceania (Kosciuszko), além das mais altas da Bolívia (Sajama) e do Equador (Chimborazo). Em setembro de 2009 escalou o Cho Oyu, (8201 metros) a sexta mais alta montanha do planeta e em maio de 2010 colocou os pés no cume do Everest tornado-se o oitavo brasileiro a lograr este feito. Em dezembro de 2011 concluiu a escalada da montanha mas alta de cada continente, o chamado Sete Cumes (Seven Summits), tornado-se o segundo brasileiro a conquistar este feito. Em março de 2012 lançou seu primeiro livro ? Sonhos Verticais ? contado suas escaladas do Cho Oyu e Everest.

Marcelo Ramazzina

Marcelo, nosso anfitrião nesta viagem surpreendente, atua no mercado de turismo desde a década de 80, tendo viajado para mais de 70 países, passando por mais de cinco continentes. É um amante de idiomas, e deixa claro seu interesse pelos dialetos de diversos países. Sua paixão é comprovada pela quantidade de idiomas que fala fluentemente, como Italiano, Francês, Inglês, Espanhol e Português, além de dominar o Alemão e o Grego. Este poliglota é um homem inspirado pela vida, inspirado pela viagem e pela cultura que um país pode agregar ao ser humano. Além dos diversos idiomas, Marcelo possui uma paixão especial por viajar, o que faz dele um ótimo anfitrião. Quando não está trabalhando, Marcelo curte andar de bicicleta e sair com os amigos. Ao conhecer o Japão, se encantou com o respeito e a organização de um país que mantem intacta as suas tradições.

Marcos Gonçalves Passos

Marcos é o anfitrião da linda e pacata Ilha de Boipeba, na Bahia. Nascido e criado na Velha Boipeba, Marco, ou para os íntimos Marquinhos, trabalha com o turismo desde 1995. São anos de experiência que foram desenvolvidos desde menino quando caminhava pelas ruas da sua cidade. Sua paixão por Boipeba está nas belezas naturais, que encantam não somente Marquinhos, mas a todos que ali visitam. Para o anfitrião, ver seu cliente satisfeito é o que mais ama em sua profissão. Independente do destino a ser visitado, o importante é ser feliz. ?As pessoas passam a maior parte da sua vida trabalhando. Curtam suas férias como dias únicos, respeitando e amando tudo e a todos aqueles que estiverem ao seu redor?.

Mary Porto

Mary é artista plástica com formação em terapia artística, professora e escritora. Realizou várias exposições coletivas e individuais. Além de ministrar cursos de aquarela, técnica em que se especializou, tem realizado workshops corporativos e palestras em vários Estados do país. É autora do livro ?O Ciclo das Mandalas? (Ed. Antroposófica, 2009). Seu hobby favorito é visitar os grandes museus de arte do mundo e as boas salas de concerto em viagens deleitosas. Aprecia a boa leitura, a vida no campo e um bom papo com pessoas interessantes.

Mauricio Walter

Mauricio é o anfitrião desta viagem. Oceanógrafo, tendo participado de 4 expedições antárticas como técnico em investigações científicas. Pós graduado em Gestão de Risco Ambiental. Diretor de um complexo turístico dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi e diretor de um receptivo em Villa la Angostura.


Otto Hassier

Otto nasceu numa pequena cidade na Floresta Negra no sul da Alemanha. Apaixonado pela natureza desde adolescente, explorou a Floresta Negra e os Alpes centrais a pé e de caiaque em inúmeros trekkings, travessias e descidas.
Mudou-se para o Brasil em 1984 e foi morar em Doutor Pedrinho, uma pequena cidade nas serras catarinenses, cercada pela Mata Atlântica, junto a outras cidadezinhas da colonização alemã e italiana, como Pomerode, Timbó, Benedito Novo, Apiúna, e outras do Vale Europeu ? Explorou novas trilhas e travessias, rios, riachos e cachoeiras e fundou o clube de canoagem de Benedito Novo.
A partir de 1993 tem trabalhado como guia de turismo ecológico em vários locais do Brasil, atividade exercida até hoje. É professor do curso de Ecoturismo do SINE, fundador da Associação Vale das Águas e consultor na área de Ecoturismo e Turismo Aventura. Em 1999 ganhou o Prêmio Qualidade de Vida da Federação de Entidades Ecológicas e em 2007 o prêmio Imbuia pelo compromisso com o meio ambiente.


Paulo Fernandes

Paulo é coordenador de viagens de incentivo e roteiros de aventura. Liderou tours de motocicletas pelos Alpes Europeus, de Porsche pela Alemanha, ao Ice Hotel na Lapônia, guiou viagens de aventura na neve , com esportes como snowmobile , snowboard , esqui , trenó e off road. É apaixonado por música e pessoas, tendo liderado a banda de rock P69 nos anos 90, fazendo o vocal e a guitarra…

Pierre Marie

Naturopata e homeopata, trabalha com fitoterapia e cromoterapia. Francês, reside atualmente em Montreal e conhece profundamente a região onde acontecerá a viagem na qual morou por muitos anos.

 

Rex Thomas

Rex Thomas é pesquisador da aplicação terapêutica das leis da física quântica. Terapeuta, jornalista internacional, escritor e filosofo. Fundador da ONG Terapeutas Sem Fronteiras (Therapists Without Borders) e Humanity For World Peace. Criador do Brasil pela Paz Mundial; um movimento da Humanity For World Peace. Criador da Cosmologia Transpessoal, Nexus Program e Nexus Therapy. Autor do livro Arte de Ser e Viver. Viaja o Brasil e o Mundo ministrando cursos, palestras e workshops, vivencias e atividades voltadas a despertar da paz interior, bem estar e evolução humana. Desde 2006 leva grupos para vivências e jornada espiritual no Peru, onde teve uma experiência de despertar espiritual em 1993.

Roberta Borsari

Roberta Borsari é aventureira com 20 anos de experiência em esportes a remo. Com perfil desbravadora, está entre as pioneiras no Brasil em modalidades como rafting, canoa havaiana, canoagem em corredeiras, kayaksurf e SUP. E ao longo de sua carreira, vem colecionando medalhas, títulos, expedições, palestras, feitos e artigos nos principais veículos de esporte e aventura do país. 

Roberta foi tri-campeã brasileira de rafting, campeã brasileira de canoa haviana, a primeira mulher no mundo a surfar uma pororoca de caiaque e se mantém entre as atletas TOP 10 do Kayaksurf Mundial. Depois que conheceu o “stand up paddle” durante uma viagem ao Havaí, a atleta voltou ao Brasil idealizou o Projeto SUPtravessias. Cujo o objetivo é visitar ilhas e arquipélagos paradisíacos realizando remadas para registrar as belezas, história, curiosidades e suas comunidades pela ótica feminina e do SUP. Através de viagens e expedições com seu stand up paddle Roberta passou pelos 4 cantos do mundo. Realizando travessias inéditas em mar aberto por destinos como, Galápagos, Ilha de Páscoa, Fernando de Noronha e Maldivas entre outros. Apaixonada pelo oceano, o que mais gosta fazer é estar perto da natureza e de compartilhar estes momentos com aqueles que também apreciam a vida ao ar livre.

Roberto Mello

Roberto, mais conhecido como Alemão, é um guia master de ciclo turismo, tendo como característica principal o bom humor. Pedala desde criança, na época que seu pai trabalhava na Monark e foi presidente da Federação Paranaense de ciclismo. Alemão, além de acompanhar as corridas da federação e eventos ciclísticos nos anos 70, se envolveu no universo do ciclismo se tornando federado mirim pelo Paraná com doze anos. Alemão é certificado em SGS ? Sistemas de Gestão de Segurança, o que faz das suas viagens as mais seguras dentro do ciclo turismo certificado. É mestre em Navegação e Topografia, tem Gestão Empresarial em Turismo de Aventura, e é oficial de infantaria do exército, o que favorece na condução dos grupos quanto às posturas e responsabilidades.
A segurança é uma premissa do Alemão. Ele tem seis anos de experiência em operações de viagens e mais de dez anos pedalando por trilhas e percursos. ?Tenho preparado diversos destinos nacionais e internacionais, além do alto astral que é o espelho de minhas atitudes perante o grupo e resultado dessa encantadora atividade que por si própria é animada e animadora, e usufruindo disso, esta é a minha escola, minha história e hoje a minha vida.?

Rosa Machado

Médica Antroposófica e Aconselhadora  Biográfica, desenvolve projetos de observação da natureza e autoconhecimento. Coordena há 6 anos viagens para grupos na  Provence e Normandia sobre os Impressionistas utilizando os elementos biográficos, de observação da natureza e arte. Vive em Florianópolis.