Aparados da Serra

Os Aparados da Serra são as encostas da Serra Geral, no Sul do Brasil. O nome Aparados foi dado pelos tropeiros, por causa das encostas verticais que parecem cortadas por facas. Era assim que os tropeiros viam esses cânions quando desbravavam as terras gaúchas. Os Aparados da Serra Geral guardam a maior parte de Mata Atlântica preservada do Brasil, onde vivem animais silvestres como o temido puma, o veado campeiro, o lobo guará e aves como o papagaio de peito roxo. Esse conjunto de cânions ainda tem o maior número de vertentes de águas cristalinas do país, onde se registram também as menores temperaturas.

Depoimentos ver todos voltar para o topo

16/07/2016 - Oi, Aderbal!

A viagem foi bem organizada: o guia Cristian muito capaz, disponível, com muita bagagem de vida e experiência nessa viagem em particular. Ótimo motorista, sabia tudo sobre como chegar aos locais sem nunca consultar mapas ou qualquer outro instrumento. 
A hospedagem em Antonio Prado foi excelente, recepção com grande calor humano - especialmente a Belony. Um evento marcante foi a sopa no centro da cidade, na sorveteria da amiga da Belony (sorveteria no verão e soperia no inverno). Acabamos, a pedido da Rose, com uma cantoria: Belony e moço genro da dona do restaurante e as pessoas presentes. Esse tipo de evento (cantoria ou dança) dá um colorido especial à viagem.
O segundo momento - em Cambará do Sul: fizemos um de-tour e fomos até um Mirante da Serra Geral, antes de chegar em Cambará. Local com bela vista de todo o grande vale. Ao chegar em Cambará, fomos até o local das geléias e o casal não estava lá. Então fomos passear no Parador Casa da Montanha, onde fizemos uma pequena caminhada e depois, ao chegar no Hotel, fizemos outra boa caminhada para ver a floresta com os xaxins imensos - centenários!!! Muito interessante. 
O Hotel Eco Cambará é de uma qualidade excepcional: o dono - José Augusto - mestre em Ecologia e Sustentabilidade. Ele nos proporcionou uma caminhada de 2 horas, saindo da propriedade do hotel até uma reserva da Prefeitura, chegando até o topo da montanha, de onde se tinha uma vista geral da cidade de Cambará. Nessa caminhada ficamos sabendo que a NASA doou 3 sequoias germinadas em solo proveniente da lua! Uma delas está em Cambará, em frente à Igreja Matriz. 
As duas noites que passamos no hotel, jantamos no restaurante anexo ao hotel. Para nossa surpresa, além da qualidade da comida preparada pelo Chef, fomos brindados com uma apresentação de Harpa Paraguaia, pela esposa do Chef. Na segunda noite, além da harpista, teve o acompanhamento da filha (com violino) e do filho (com teclado), ambos com idade entre 9 e 11 anos!!!
Ocorreu tranquilo a ida ao Canion Fortaleza e posterior caminhada até a Pedra da Surpresa. No segundo dia, fomos ao Itaimbezinho: fomos caminhando até a Trilha mais curta e, na trilha mais longa - a do Vértice - por indicação do dono do hotel de Cambará, pedimos "carona" numa caminhonete do Parque - isso porque éramos Senior Citizens! É oportuno mencionar que o nosso "grupo" era constituído apenas e tão somente de 2 casais. O casal Cristine e Paulo foram ótimos companheiros mas num grupo com mais pessoas (na Freeway tivemos várias oportunidades de viajar com grupos maiores) a troca de experiências e opiniões fica mais enriquecida e mais vibrante.
Por sugestão do Cristian - o que nós também aprovamos, pedimos um box lunch para levar para o Itaimbezinho e seguir depois diretamente pela Estrada do Faxinal, para Praia Grande e Torres. Chegamos em Torres a tempo de fazer uma bela caminhada pelas torres, praia e parque da Guarita, antes de chegar no Hotel da Guarita, que, por sinal, foi muito bom. Jantamos no próprio hotel. 
O tempo colaborou muito, apesar do grande frio nos primeiros dias, com geada e, ao voltar do jantar em Antonio Prado (22h) o termometro marcava 4º C negativos! Na noite de Torres, o tempo nublou e choveu durante a noite e no caminho até Osório, quando começou a melhorar.
Chegamos em Tavares com sol, bem na hora do almoço! O Marinésio nos esperava (o Batista estava viajando para o Japão). Todo o staff do hotel  é muito amável, receptivo e o Marinésio deu conta dos passeios totalmente. 
Como eramos poucos, as refeições foram feitas fora do hotel. Os dois jantares foram especiais, no restaurante do Maurício: comida requintada, bem feita e visual lindo (no segundo jantar, foi bife acebolado!!!!!!)
Com relação aos passeios de 4x4 na Lagoa dos Patos e do Peixe, foram, além de cheios de "emoção", com paisagens fantásticas. Os pássaros, apesar de não serem muitos nesta época do ano, foram de uma beleza impar. Nesses passeios tivemos oportunidade de caminhar pelas dunas e visitar 3 farois de navegação: Cristovão Pereira, Capão da Marca e de Mostardas, o mais lindo de todos.
O contato com uma família local, no sítio do Vô Tárcio e D. Ana, foi muito bom e gostoso! A comida preparada no fogão de lenha por D. Ana e Márcia estava muito saborosa. Depois do almoço, do lado de fora e ao sol, batemos um longo papo com eles!
No último dia, passamos por Mostardas, e visitamos o atelier do escultor ELOIR, especialista em escultura de pássaros da região. Inacreditável a perfeição dos pássaros.
Fizemos uma pequena caminhada por Mostardas, com o seu casario açoriano. Curioso é que o padroeiro da cidade é São Luís Rei, que é o mesmo padroeiro de São Luís do Maranhão!  
Preferimos almoçar em Osório e, a conselho do Cristian, fomos no restaurante A LENHA, no Morro da Borússia. Espetacular!
Fizemos uma parada no Parque Eólico de Osório: que beleza silenciosa!
Chegamos no aeroporto de Porto Alegre a tempo e, para nossa surpresa, como tinha havido muito nevoeiro, o aeroporto tinha ficado fechado por várias horas e estava uma confusão!!!! Nosso vôo foi chamado no horário certo mas só saímos de lá com uma hora de atraso, porque estavam esperando solucionar a vinda das pessoas que tinham tido os vôos cancelados.
Chegamos bem em São Paulo.

Mais uma vez ficou confirmada a competência da FREEWAY e seus contratados.
Essa competência nos permite recomendar a FREEWAY a qualquer pessoa que goste de viajar. Muito obrigado.


Rose e Eloy 

Rose

18/02/2016 - Oi Edgar, bom Dia!  
A minha viagem para Aparados da Serra, foi simplesmente maravilhosa, o Cristian, além de ser um excelente motorista e um excepcional guia é também simpatissíssimo, calmo, tranquilo, prestativo, muito atencioso. Parabéns pela montagem do pacote e pelas contratações.
Ah! Não posso deixar de mencionar as pessoas maravilhosas que nos receberam muito bem, a Belomi, o Valdir, a nossa guia local a Adriana (maravilhosa), o Diego (excelente) o Tavares (fantástico), enfim, foi tudo maravilhoso, viagem fantástica, que só você e a Freeway pode nos proporcionar. 
Até a próxima viagem. 
Beijos! 

Rosa Penerari

14/09/2015 - Oi Susana.
A viagem para Aparados da Serra superou as minhas expectativas. Foi muito singular, ou seja, nada de rotina, só agradáveis surpresas. Formamos um grupo muito sintonizado e harmônico, com uma energia muito boa. A começar pelo motorista, Sr. Adão, um verdadeiro lord inglês, extremamente educado, gentil e muito prestativo. Adoramos ele. Passando pelo casal nota mil do Rio de Janeiro – Márcia e Vicente; as irmãs super poderosas – Márcia e Célia; a cidadã do mundo – Cândida e, é claro, a preciosa companhia  do Edgar e da Fufa que nos guiaram com maestria pelos caminhos dos Aparados da Serra até a Lagoa do Peixe. Conhecemos pessoas muito especiais, com histórias de vida muito interessantes que eles, gentilmente, compartilharam conosco.

Os lugares são ímpares em beleza e história, adorei. As hospedagens que mais gostei foram Pousada de Rossi e Hotel Lagoa do Peixe. Belony e Batista são pessoas únicas. O Eco Hotel Cambará do Sul é muito bonito, muito elegante, uma vista belíssima, quarto nota 10, mas faltou um pouco do aconchego dos outros lugares, é claro que essa é uma visão muito particular. 

Creio que o ponto fraco foi apenas os trechos mais longos de van, entre uma cidade e outra.  Adorei o meu brinde, a mochila da Freeway é muito bonita e prática, ótima aquisição para uma viajante iniciante como eu. Senti falta de mais caminhadas, mas o tempo também foi ingrato conosco. Fico imaginando como teria sido com sol.
 
É isso. 
Beijos,
Majô

Maria Jose da Silva

13/02/2015 - Bom dia, Edgar!  
Obrigada e mais um obrigada pelo roteiro maravilhoso que você montou. Beijo, 
Áurea

Áurea

Entre em contato!

RESERVE OU TIRE SUAS DÚVIDAS - Ligue para 11 5088-0999 ou preencha o formulário abaixo: