Envie para o cliente voltar para o topo

Roteiro voltar para o topo

INÍCIO EM OSAKA DIA 02 DE SETEMBRO DE 2018

1° Dia – Chegada a Osaka e traslado a Kyoto
Chegada em Osaka e encontro com os guias e traslado de trem a Kyoto. Hospedagem em hotel com jantar incluído.
IMPORTANTE: Os hotéis no Japão têm horário rígido de check in às 15 horas, mesmo que tenham quartos prontos. Se você chegar pela manhã e quiser fazer o check in imediatamente terá de pagar uma noite extra.

2° Dia – Kyoto
Por mais de mil anos Kyoto foi a capital imperial do Japão e em nenhum outro lugar no país as tradições se mantêm tão preservadas. Até para os japoneses, visitar Kyoto é uma forma de aprender mais sobre o passado de seu país. É bastante comum ver turistas japoneses passeando pela cidade vestidos em trajes tradicionais. A opção de templos a serem visitados é infinita, desde os mais famosos, como o “Golden Pavilion”, até pequenos e quietos santuários espalhados por toda a cidade. Mas caminhar pela cidade, principalmente pelos bairros mais tradicionais como Higashiyama ou Gion, é a melhor maneira de sentir esta fascinante cidade. E é isso exatamente que faremos durante este dia.
Hospedagem em hotel.Pensão completa.

3° Dia – Kyoto
Hoje continuaremos nossa visita a esta fascinante cidade. Conheceremos o Taizoin Jardim no Myoshinji Rinzai Zen Temple, o Kinkakuji Golden Temple e o Ryoanji com seu famoso jardim Zen. Após o almoço voltaremos para o centro da cidade onde teremos algumas horas livres para andar pelas proximidades do mercado de comida de Nishikikoji. No final da tarde conheceremos o bairro tradicional de Gion onde poderemos ter a sorte de ver algumas gueixas a caminho de seus trabalhos.
Hospedagem em hotel. Pensão completa.

4° Dia - Kyoto – Mont Koya
Traslado de trem de Kyoto a Mount Koya, uma região montanhosa ao sul de Osaka que é o centro do da escola de Budismo Shingon. A tarde faremos uma linda caminhada por entre uma floresta de ciprestes passando por milhares de monumentos a imperadores, xoguns e poetas.
Hospedagem em um templo budista. Pensão completa.

5° Dia - Mont Koya – Takahara – 4,5 km – 2,5 horas
Começaremos o dia de uma maneira muito especial, com uma cerimônia budista no templo onde estamos hospedados. Após o café da manhã traslado de ônibus para o início do Kumano Kodo.
Kumano Kodo tem sido, por mais de mil anos, uma importante rota de peregrinação. Por cinco dias percorreremos essa trilha milenar por meio de florestas e montanhas visitando santuários budistas e nos hospedando em aconchegantes pousadas típicas japonesas, ryokans, onde jantaremos e tomaremos o café da manhã tipicamente japoneses.
Nosso dia de caminhada hoje será bastante curto, apenas 4,5 quilômetros, que faremos em aproximadamente em 2 horas e meia. A caminhada se inicia com uma íngreme e longa subida de 300 metros de desnível, sempre por uma densa floresta. Seguimos meia hora por uma região plana para enfrentarmos mais uma subida de 100 metros de desnível até chegarmos ao simpático vilarejo de Takahara.
Nos hospedaremos em um delicioso ryokan com apenas 8 quartos onde comeremos pela primeira vez um jantar típico de cozinha japonesa caseira.
Antes do jantar, claro, relaxaremos no lindo onsen (fontes de águas termais) do nosso ryokan. Pensão completa.

6° Dia – Takahara – Chikatsuyu – 16 km – 5 horas
Hoje teremos um lindo dia de caminhada com aproximadamente 16 quilômetros que faremos em 5 horas com um ganho cumulativo de altitude de 575 metros e uma descida de 620 metros. Nossa caminhada novamente será por dentro de uma linda floresta de pinheiros passando por inúmeros pequenos templos que marcam acontecimentos de 1000 anos atrás. As vistas das montanhas são espetaculares!
Terminaremos nosso dia no vilarejo de Chikatsuyu, onde nos hospedaremos em um aconchegante pequeno ryokan com uma deliciosa fonte de água termal.
Pensão completa.

7° Dia – Chikatsuyu – Yunomine Onsen – 10 km – 6 horas
Iniciaremos nosso dia com um pequeno trecho de ônibus para encurtar nosso dia de caminhada.
Hoje visitaremos um dos três principais templos de nosso roteiro, e esta visita é uma das razões pelas quais os peregrinos fazem esta caminhada, o templo de Kumano Hongu Taisha. Mas, para chegar ao templo, muitas subidas e descidas nos esperam! Mas, para compensar o esforço, as vistas serão muito lindas e os inúmeros templos que encontraremos no caminho inspiradores. 
Se durante o dia tivemos a trilha apenas para nós, nos últimos quilômetros teremos a companhia de inúmeros outros peregrinos que se dirigem ao templo para fazer suas oferendas. 
Ao chegarmos ao vilarejo de Yunomine Onsen onde nos hospedaremos em um delicioso ryokan poderemos escolher entre um onsen dentro do ryokan ou um ao ar livre. Nada como relaxar os músculos cansados em fontes de água termais!
Pensão completa.

8° Dia - Yunomine Onsen – Koguchi – Katsuura – 12 km – 5 horas
Continuaremos nossa caminhada por entre uma floresta de cedros e passando por inúmeros oji, pontos de descanso onde os nobres paravam para contemplar a natureza e compor poemas. Visitaremos o tradicional vilarejo de Koguchi e seguiremos então para a cidade costeira de Katsuura onde nos hospedaremos em um hotel. Pensão completa.

9° Dia – Templos de Nachi e Hayatama – Nachi San – Katsuura - 6 km – 4 horas
Hoje caminharemos na Nachi San, a montanha que se situa acima da Nachi Grand Shrine e em seguida conheceremos o conjunto de templos e altares de Nachi em frente a lindíssima cachoeira de Nachi-no-taki, a mais alta do Japão com 133 metros de altura. Em seguida visitaremos mais um importante templo do Kumano Kodo, o Hayatama. Nos hospedaremos em um hotel em Katsuura.
Pensão completa.

10° Dia – Traslado a Matsumoto.
Hoje faremos uma longa viagem de trem de 7 horas de duração com uma mudança de trens no meio do caminho. Este dia nos dará um merecido descanso de nossas caminhadas antes de iniciarmos nosso próximo trek nos Alpes do Norte. Hospedagem em hotel.
Pensão completa.

11° Dia – Matsumoto
Pela manhã exploraremos Matsumoto, esta que é uma das mais simpáticas cidades de nosso percurso. Matsumoto tem uma longa história e sua principal atração é o castelo / fortaleza medieval que era a morada de um daiman, chefe regional. Esta fortaleza foi vítima de inúmeros ataques, onde se enfrentaram exércitos de samurais rivais. É um dos únicos cinco castelos do país construídos inteiramente em madeira. Ao redor do castelo existem ruas com arquitetura típica que hoje abrigam pequenos cafés e lojas de artigos regionais.
Pensão completa.

12° Dia – Matsumoto – Kamikochi – Yokoo Sanso
Hoje começaremos nosso trek nos Alpes Japoneses com uma caminhada de 3 horas pela linda floresta do Vale de Kamikochi até chegarmos no nosso abrigo de montanha, Yokoo Sanso.
Pensão completa.

13° Dia – Yokoo Sanso – Chogatake Peak – Chogatake - 4 horas
Hoje teremos uma longa subida de 1000 metros de desnível desde nosso abrigo no vale até nosso abrigo de montanha Chogatake a 2600 metros. De nosso abrigo teremos um espetacular por do sol com a vista de inúmeras montanhas ao nosso redor.
Pensão completa.

14° Dia - Chogatake – Abrigo de montanha Otensho - 8 horas
Hoje será nosso dia mais longo, mas também um dos mais espetaculares. Caminharemos por uma trilha que segue sempre por uma crista com vistas do Vale de Kamikochi e, em dias claros, até do Mt Fuji! A caminho subiremos no Jonen Peak com 2857 metros. Nos hospedaremos no abrigo de montanha Otensho.
Pensão completa.

15° Dia – Abrigo de montanha Otensho – Azumino – 7 horas.
Hoje continuaremos caminhando por uma incrível crista circunvagando o Daiten Peak com, mais uma vez, vistas espetaculares das montanhas ao redor. Almoço no Enzanso hut seguido da descida ao vale até o Nakabusa Onsen. De ônibus seguiremos até nosso hotel em Azumino próximo a Matsumoto.
Pensão completa.

16° Dia – Tóquio
Após o café da manhã, traslado a Matsumoto de onde seguiremos de trem para Tóquio.
Tarde livre para explorar Tóquio. Seria impossível cobrir todas as atrações, todos os bairros, cada um com sua personalidade própria, todos os museus. Por isso, deixamos esta tarde livre para que cada um possa seguir seus interesses. No entanto, recomendamos visitar o Palácio Imperial com seus lindos jardins. Também recomendamos visitar os bairros Shibuya e Roppongi. Para um fim de tarde tranquilo recomendamos um passeio pelo bonito Yoyogi Park onde se encontra um lindo santuário chamado Meiji Shrine.

17° Dia – Tóquio
Hoje teremos uma visita guiada pelo maior mercado de peixes do planeta, o famoso Tsukiji Fish Market. Em seguida, uma caminhada pelo bairro de Ginza, o local mais chique de Tóquio, com seus enormes shopping centers e, por isso, apelidado de a Quinta Avenida de Tóquio. Também visitaremos o Templo Sensoji, O Sky Tree e o Parque Ueno. Jantar de despedida.
Pensão completa.

18° Dia - Tóquio
Às dez da manhã faremos o check out do hotel. Para aqueles que têm voo à noite, recomendamos reservar um late check out ou uma noite extra para poderem usar o quarto até o horário de partida. Traslado ao aeroporto (não incluído)

Saídas voltar para o topo

  • 02

    Set

    2018

preços |Somente terrestre voltar para o topo

Deslize a tabela para os lados para ver mais valores

Hospedagem Apartamento Single Duplo Triplo Chd1 Validade
Apto Standard U$ 6.900 6x U$ 1.150 02/09/2018 até 19/09/2018 solicitar reserva

FORMAS DE PAGAMENTO
- No Cheque: Em até 6 vezes iguais sem juros no cheque pré-datado. Não aceitamos cheques de terceiros ou de pessoa jurídica cujos proprietários não sejam os viajantes.
- No Cartão: Entrada de 30% (depósito ou cheque) + 3 parcelas iguais nos cartões Visa, Mastercard e Diners;
- No Boleto Bancário: Entrada de 20% (dinheiro ou transferência) + quantidade de parcelas de acordo com a data do embarque;
- Pagamento à vista (depósito ou cheque): 5% de desconto.

Entre em contato para ver Todas as opções de hospedagem

O que inclui voltar para o topo


INCLUÍDO:

- Acomodação em hotel, ryokan ou abrigo de montanha citado ou similar, em quartos duplos, quádruplos ou coletivos, com café da manhã; 
- Ingressos e passeios especificados; 
- Transportes especificados no roteiro; 
- Acompanhamento de guia da Morgado Expedições e guia de montanha local a partir de Kyoto até Tóquio; 
- Todas as refeições durante toda a viagem;

NÃO INCLUÍDO:

- Voos internacionais; 
- Visto; 
- Qualquer item não citado acima. 
 
 
 ATENÇÃO: A PARTIR DE 02/01/16 ENTROU EM VIGOR O NOVO IMPOSTO DE REMESSA PARA O  EXTERIOR. ESTE IMPOSTO NÃO ESTÁ INCLUÍDO EM NOSSAS TARIFAS APRESENTADAS NESTE SITE, E O MESMO SERÁ INFORMADO SEPARADAMENTE. 



PREÇO
US$ 6900 por pessoa, para grupo mínimo de 09 passageiros em quarto duplo;. 
US$ 9000 por pessoa, para grupo mínimo de 06 passageiros em quarto duplo;
US$ 8500 por pessoa, para grupo mínimo de 07 passageiros em quarto duplo;
US$ 8000 por pessoa, para grupo mínimo de 08 passageiros em quarto duplo;

- Single Supplement Involuntário 
US$ 500 por pessoa.
Conforme os clientes forem se inscrevendo na viagem serão feitos pares para a divisão de quartos. Caso, ao final do período de inscrição alguém fique sem par, esta pessoa terá de pagar um single supplement de US$500.

- Single Supplement Voluntário 
US$ 1000 por pessoa.
Caso a pessoa escolha ficar em quarto individual pagará o dobro do Single Suplement Involuntário, ou seja, US$1000 já que por sua escolha outra pessoa do grupo também ficará em um quarto individual. 

 

 FORMAS DE PAGAMENTO

- No Cheque: Em até 6 vezes iguais sem juros no cheque pré-datado. Não aceitamos cheques de terceiros ou de pessoa jurídica cujos proprietários não sejam os viajantes.
- No Cartão: Entrada de 30% (depósito ou cheque) + 3 parcelas iguais nos cartões Visa, Mastercard e Diners;- No Boleto Bancário: Entrada de 20% (dinheiro ou transferência) + quantidade de parcelas de acordo com a data do embarque;
- Pagamento à vista (depósito ou cheque): 5% de desconto.   


CONDIÇÕES DE CANCELAMENTO
A Freeway Viagens cobrará uma taxa de cancelamento de 20% do valor da viagem de clientes, caso a desistência aconteça entre 60 e 30 dias antes do início da mesma e 50% de clientes que desistirem da viagem entre 29 dias e 15 dias antes da data do início da viagem. Depois disso não haverá restituição de nenhuma parte do pagamento.

CONDIÇÕES GERAIS
* Documentação para embarque: para sua tranquilidade providencie a documentação com antecedência.
* Crianças menores de 18 anos que não estejam acompanhadas de pai e mãe, devem obrigatoriamente ter autorização com firma reconhecida daquele que não está presente.
* Preços sujeitos a alterações sem aviso prévio.
* Preços sujeitos à disponibilidade nas classes aéreas correspondentes.
* Verifique com o consultor se os valores divulgados tem restrições para o mínimos de participantes.
* A ordem dos passeios não será obrigatoriamente a descrita acima.
* A programação acima pode sofrer alterações devido a fatores climáticos, de acesso, ou outros que a operadora julgue poderem interferir na segurança ou bem estar dos viajantes. 

 

VOOS

Para este destino há inúmeras opções de voos. Consulte seu agente de viagens, lembrando-se de considerar que o horário de seu check-in no hotel em Kyoto é às 15 horas. Se seu voo chega mais cedo, lembre-se de reservar uma noite a mais no hotel.


DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA - Para Brasileiros

Obrigatório passaporte com validade mínima de 6 meses contados a partir da data de embarque;
-  O visto do Japão deve ser tirado nos serviços consulares em São Paulo ou Curitiba, pessoalmente ou por um parente de primeiro grau. Não existe a possibilidade de fazer por intermédio de despachante. O visto normalmente sai de um dia para o outro. Consultar o site http://www.br.emb-japan.go.jp/visto.html para informações sobre os documentos exigidos.
Vacinas -
 Para informações atualizadas sobre vacinas, por favor, consultar o site da Anvisa https://viajante.anvisa.gov.br/viajante/paf_web_frmRoteiroViagem.asp 
Para passageiros viajando com passaporte brasileiro não é obrigatório ter o Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.
Recomendamos conversar com o seu médico sobre vacinação e fazer uma consulta a um dos serviços de Medicina dos Viajantes. Esses serviços estão disponíveis na clínica de vacinação Cedipi em São Paulo (11) 3887-6111 ou no Hospital Emílio Ribas. Para agendamento acessar este link http://www.emilioribas.sp.gov.br/pacientes-e-acompanhantes/medicina-do-viajante/ 

No Rio de Janeiro entrar em contato com o Cives - http://www.cives.ufrj.br/informacao/agenda/agenda.html  ou com o Vaccini - https://vaccini.com.br/cbmevi/o-que-e-a-medicina-do-viajante 

Em outros estados consultar a lista de centro de vacinações da ANVISA - http://www.anvisa.gov.br/hotsite/viajante/centros.pdf  




 

Info voltar para o topo

Perguntas e respostas mais frequentes


1 - Como é o clima nesta viagem?
Apesar da merecida fama de se visitar o Japão durante a época das flores de cerejeira em abril, a melhor época para uma viagem de trekking no Japão é de setembro a começo de outubro. Na primavera, as montanhas ainda estão cobertas de neve e o perigo de avalanches é bem maior. No começo do outono, as primeiras nevadas ainda não chegaram e as folhas já estão começando a mudar de cor. Outro fator a considerar são os feriados neste país. Os japoneses trabalham muito, tem poucos dias de férias por ano e são ávidos viajantes, de modo que durante alguns feriados prolongados as montanhas se enchem de trekkers e os abrigos de montanha recebem até 1000 pessoas por noite! As datas desta viagem foram cuidadosamente escolhidas para evitar feirados. Na nossa primeira caminhada, Kumano Kodo, apesar da temperatura não ser alta, ao redor de 25 graus, a umidade fará com que a sensação térmica seja bastante alta e é mais confortável caminhar em shorts e camisetas de manga curta leves. Nos outros treks teremos temperaturas agradáveis durante o dia e à noite pode chegar a fazer alguns graus abaixo de zero.

2 – Como serão nossos transportes?
Nesta viagem usaremos um misto de ônibus privativos e trens. Tanto trens como ônibus de linha são extremamente eficientes e pontuais. Em Tóquio e Kyoto usaremos ônibus locais e metrô, mas também caminharemos bastante para “sentirmos” melhor as cidades.

3 – Como é nossa acomodação?
De um modo geral, nas cidades, usaremos os chamados “business hotels” que corresponderiam a hotéis 3* nas cidades europeias. Os quartos destes hotéis não são muito amplos, mas são extremamente limpos e bastante confortáveis. O café da manhã destes hotéis é na forma de buffet com comida ocidental e japonesa. No Kumano Kodo nos hospedaremos em ryokans, pousadas típicas, de um modo geral com poucos quartos. Os três ryokans que usaremos nesta parte da viagem também são onsens, lugares com piscinas de águas termais separadas por sexo. Seus guias darão um pequeno curso de etiqueta para o uso dos onsens. Tanto o jantar como o café da manhã são pequenos banquetes de comida japonesa caseira com uma infinidade de pratos típicos. Nossa noção do que é comida japonesa é bastante diferente do que se come normalmente no Japão sendo que tanto sushi como sashimi são pratos para ocasiões especiais para os japoneses. Os quartos são também em estilo japonês com tatames e futons que aparecem magicamente arrumados enquanto estamos jantando. Toda a experiência de se hospedar em um bom ryokan com onsen após uma dura caminhada é uma das memórias mais duradouras desta viagem.

IMPORTANTE: devido ao pequeno número de quartos nos 3 ryokans que usaremos no Kumano Kodo, dependendo do número de pessoas no grupo os quartos poderão ser divididos em até 4 pessoas. Dependendo do número de homens e mulheres, existe a possibilidade de termos um quarto misto. Pela mesma razão, nesta viagem não aceitamos reservas para quartos individuais para esta parte. Nos abrigos de montanha nos hospedaremos em quartos privativos para quatro pessoas. Os quartos coletivos podem abrigar até 16 pessoas fora de estação e até 100 durante os meses de julho e agosto ou durante os feriados! Tanto o jantar como o café da manhã são comida japonesa. Eles não dispõem de chuveiros e os banheiros são fora dos quartos e coletivos.

4 – Que roupas e equipamentos devo usar?
Nas cidades devemos esperar temperaturas ao redor de 28 graus de modo que roupas confortáveis e leves são recomendadas. Para os trekkings consultar nossa lista de equipamentos. Apesar de, em muitos aspectos, setembro e começo de outubro ser a melhor época de trekking, é importante lembrar que esta também é a época de tufões no Japão trazendo consigo chuvas fortes. É importante trazer calças e anoraks impermeáveis e respiráveis.

5 – Como este trekking é classificado em termos de dificuldade?
Sempre é bastante difícil classificar o grau de dificuldade de uma viagem, já que este depende de muitos aspectos tanto objetivos como subjetivos. Em nenhum dos 9 dias de caminhada que faremos nesta viagem teremos altitudes importantes. Teremos, porém, grandes desníveis verticais em trilhas bastante íngremes apesar de fácies em termos técnicos. Caminharemos sempre bastante leves já que teremos jantar e café da manhã em todos os abrigos e ryokans e nos fornecerão cobertores não sendo assim necessário levarmos comida ou sleeping bags. Carregaremos então uma muda de roupas, as roupas para frio e snacks para o almoço e paradas na caminhada. Durante os dias dos ryokans apenas carregaremos uma muda de roupas já que a noite usaremos os elegantes e impecáveis quimonos providenciados por eles. Em todo Japão, inclusive nos ryokans, nos banheiros e onsens, nos fornecem shampoo / condicionador e sabonete líquido de modo que nem é preciso levar nécessaire!

6 - Quanto dinheiro devo levar?
Com exceção das visitas em Kyoto e em Tóquio nos períodos livres, o restante das despesas está incluída na viagem. Todas as refeições estão incluídas.

7 - Por que exigimos que você, para participar desta viagem, tenha um seguro de viagem que cubra resgate por helicóptero?
É tranquilizante saber que, se algo acontecer, você pode ter tratamento gratuito nos melhores hospitais. Também sua bagagem está segurada no caso de extravio durante os voos. Toda ocorrência deve ser comunicada o mais rapidamente possível à companhia de seguros. Leia com muita atenção seus direitos e deveres perante a seguradora para não haver problemas futuros.

8 – O Japão é um país seguro?
Violência é uma coisa pouco comum na Ásia como um todo e no Japão ainda mais rara. Você poderá com tranquilidade caminhar pelas ruas a qualquer hora do dia ou da noite.

9 - E quanto às doenças?
As condições de higiene no Japão são excepcionais. Poucos outros países do mundo são tão limpos e a preocupação com a higiene tão intensa. A água de torneira é potável.

10 - Como faço para tirar o visto e quanto custa?
O visto do Japão deve ser tirado nos serviços consulares das embaixadas em São Paulo ou Curitiba pessoalmente ou por um parente de primeiro grau. Não existe a possibilidade de fazer através de despachante. O visto normalmente sai de um dia para o outro. Consultar o site http://www.br.emb-japan.go.jp/itprtop_pt/index.html para informações sobre os endereços dos consulados e sobre os documentos exigidos. O custo do visto é de R$ 97,00.

11 – E se eu quiser fazer uma extensão a outras cidades do Japão?
Se você dispõe de mais alguns dias para conhecer outras cidades do Japão, converse conosco, pois podemos ajudá-lo na reserva de hotéis e transportes.

12 – E se eu tiver alguma doença crônica como hipertensão ou diabetes?
De um modo geral doenças crônicas controladas não são impedimento para fazer o trekking, mas recomendamos fortemente que a pessoa consulte seu médico e que discuta com ele sobre se este trekking é uma atividade adequada para ela. Estamos à disposição para dar ao seu médico todas as informações que ele necessite sobre o trekking para ele tomar sua decisão. Entre em contato conosco.

13 – Posso fazer ligações internacionais ou ter acesso a internet durante esta viagem?
Todos os hotéis e ryokans que usaremos nesta viagem dispõe de wi-fi gratuito. Durante os dias de trekking nos Alpes, em caso de emergência, poderemos usar os telefones celulares dos abrigos.

14 – Posso recarregar os meus eletrônicos durante o trekking?
Nos ryokans poderemos recarregar eletrônicos, porém isto não será possível nos abrigos de montanha.

Entre em contato!

RESERVE OU TIRE SUAS DÚVIDAS - Ligue para 11 5088-0999 ou preencha o formulário abaixo: